Universitários destacam benefícios da Educação Financeira

0
68
Os trabalhos dos universitários foram expostos no auditório da faculdade, apresentando benefícios da educação financeira
Os trabalhos dos universitários foram expostos no auditório da faculdade, apresentando benefícios da educação financeira

Gastar menos que se ganha, fugir de altas taxas de juro, aproveitar descontos e economizar dinheiro, atividades que fazem a diferença em qualquer orçamento – seja familiar ou empresarial – foram questões evidenciadas pelos acadêmicos do curso de Administração da Facig (Faculdade de Ciências Gerenciais de Manhuaçu), durante apresentação do Projeto “Educação Financeira para a Comunidade”. O interessante trabalho chamou a atenção de universitários e populares presentes ao auditório do Campus Ilha de Excelência, recentemente.
Idealizado pelo Professor Uemerson Rodrigues, o Projeto despertou o entusiasmo por pesquisa e o aprofundamento dos estudos na área de finanças por parte dos universitários. “A finalidade do projeto é levar para a comunidade o conhecimento que os alunos adquirem em sala de aula. Muitas vezes, este conhecimento fica retido aos estudantes e as famílias não têm acesso ao conhecimento. Então, o objetivo é fazer com que haja este entrosamento, para que a sociedade possa a cada dia se qualificar mais, seja na gerência de suas finanças pessoais, nos seus investimentos e para os produtores rurais – que representam um segmento muito importante na nossa economia. […] Temos trabalhos em que foram avaliadas as taxas de juros referentes às várias modalidades de crédito oferecidas em Manhuaçu. Os alunos visitaram instituições financeiras, fizeram levantamentos, observaram quais taxas de juro são praticadas, e, agora, expõem este estudo para a comunidade. Isto é uma forma de processar estas informações para que o consumidor, no momento de tomar esta decisão de investir ou obter um crédito, saiba como escolher a melhor opção”, explicou Uemerson.
O Professor adiantou também que o projeto deverá ser expandido para as escolas. “Para os próximos períodos, esperamos que os alunos repassem estes conhecimentos às escolas, para que a educação financeira nasça na base, abrangendo as crianças do ensino primário ao nível médio para que eles tenham esta cultura e que as empresas possam qualificar cada dia mais seus profissionais para investir e gerenciar seus negócios. […] Além das escolas, esperamos também que os alunos tenham esta aproximação também com as empresas da região, considerando este momento saudável da economia cafeeira. Portanto, mais do que nunca, precisamos de investimentos direcionados de forma inteligente e que venham viabilizar os negócios nas empresas e no campo”, anunciou.
(Thomaz Jr.)

[nggallery id=42]

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here