Manhuaçu investe na implantação do CAPS AD

0
95

Dependentes de álcool e drogas serão atendidos

Manhuaçu está investindo na implantação do Centro de Atenção Psicossocial Álcool e Drogas (CAPS AD) que irá funcionar no antigo pronto socorro, no Bairro Todos os Santos. A reforma e adaptação do local seguem em bom ritmo. Os recursos são todos municipais num investimento da Prefeitura de Manhuaçu, que com o SUS, estão preocupados com a falta de tratamento e acompanhamentos adequados para os dependentes de álcool e drogas na cidade e na microrregião (23 municípios mais Manhuaçu) que será atendida na unidade. A entrega do CAPS AD está programada para dezembro deste ano.

A meta

Conforme a terapeuta ocupacional, Roselane Cerqueira, responsável pelo processo de implantação do CAPS AD, a unidade receberá pacientes encaminhados e os acompanhará com equipe multidisciplinar composta de um médico clínico geral, um psiquiatra, psicólogos, terapeutas ocupacionais, assistentes sociais, pedagogos, enfermeiros especializados em saúde mental, farmacêuticos e educadores físicos. Além desta equipe nível superior, o CAPS AD contará com equipe de nível médio e funcionários para atender toda a demanda do Centro. O processo seletivo já está em andamento. Todos os profissionais passarão por capacitação antes do início das atividades.

Não haverá internação

Os pacientes em tratamento ficarão no CAPS AD durante o dia onde serão atendidos de acordo com a especificidade de cada caso. Todos  participarão de atividades diversas desenvolvidas pelas equipes. Não haverá internação no CAPS AD de Manhuaçu. Caso seja necessário esse tipo de cuidado, os pacientes serão encaminhados para hospitais especializados.

CAPS AD – política de atenção

Conforme o Ministério da Saúde,  a política de atenção a álcool e outras drogas prevê a constituição de uma rede que articule os CAPS AD e os leitos para internação em hospitais gerais (para desintoxicação e outros tratamentos). Estes serviços devem trabalhar com a lógica da redução de danos como eixo central ao atendimento aos usuários/dependentes de álcool e outras drogas. Ou seja, o tratamento deve estar pautado na realidade de cada caso, o que não quer dizer abstinência para todos os casos. Os CAPS AD podem ser implantados por municípios que têm entre 70 mil e 200 mil habitantes.

Conselho de Saúde/COMAD/SUS

A implantação do CAPS AD vem sendo discutida e solicitada há muito tempo pelo Conselho Municipal de Saúde. Em várias reuniões o assunto foi debatido pelos conselheiros. O Conselho Anti-drogas de Manhuaçu (COMAD) também aspira a construção desde que foi implantado. O SUS Manhuaçu, assim que transferiu a unidade de pronto atendimento para o centro da cidade, começou a agilizar a reforma do local para o funcionamento do CAPS AD com apoio total da Administração Municipal através do prefeito Adejair Barros.

Luiz Nascimento

 

COMPARTILHAR
Artigo anteriorTv Manhuagito HD
Próximo artigo1º Seminário de Libras e Educação de Surdos em Manhuaçu
Dr. Fábio Araújo de Sá – Médico formado pela UFJF – CREMEMG: 28610 Diretor da Clínica Médica São Lourenço Membro Efetivo da Academia Manhuaçuense de Letras – Cadeira º 35 Cargos já exercidos: - Diretor de Patrimônio da APAC (Associação de Proteção e Assistência aos Condenados). - Diretor Executivo da Tv Catuaí – Canal 11 – Manhuaçu – MG - Secretário de Sáude de Manhuaçu - Chefe do Pronto-Socorro de Manhuaçu

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here