Hospital César Leite completa 84 anos de amor à vida

1
212

Em 1927, na Biblioteca Ruy Barbosa, um médico dedicado liderou um grupo de empresários, políticos e produtores rurais e deu início à realização de um grande sonho: a construção do primeiro hospital da região. Neste dia 29 de maio, o Hospital César Leite completa 84 anos com orgulho de ter construído uma trajetória exemplar, que teve como base as premissas implementadas desde a sua fundação.
O Hospital César Leite é uma instituição que faz questão de preservar suas raízes. O atendimento humanizado, que prima pelo respeito ao ser humano, é um dos seus maiores diferenciais. Em pouco mais de oito décadas de trajetória, existem muitas histórias de vida para se contar. Momentos de acolhimento, de respeito, de sensibilidade, de preocupação com o bem-estar.
Na entrada do hospital, a frase em latim, perpetua sua missão no tempo, indicando a tarefa rotineira dos que ali se encontram e pode ser traduzida como a “Divina obra de aliviar a dor”.
HISTÓRIA
O sergipano João Cesar D’Oliveira Leite foi o fundador do hospital de Manhuaçu. Através de seu exemplo e liderança, ele mudou a história da cidade, combatendo as injustiças e sendo exemplo com sua personalidade obstinada, caridosa, empreendedora e humilde.
Formado em Medicina e Farmácia pela Faculdade de Salvador (BA), ele se mudou para Carangola e depois para Manhuaçu. Fundou jornal, foi venerável da Loja Maçônica União de Manhuaçu, vereador e professor.
Com sua liderança e o apoio de autoridades da sociedade da época, conduziu uma odisséia de oito anos até que o hospital fosse inaugurado. Buscou recursos para cada tijolo que foi assentado na obra. César Leite chegou a colocar dinheiro do próprio bolso e vendeu parte de seu patrimônio para que a construção não fosse paralisada.
O hospital foi entregue em 1934 à comunidade de Manhuaçu com 44 leitos. O médico e fundador do HCL faleceu em 1968 mas deixou um exemplo a toda a população: foi um homem por inteiro, maior do que o próprio sonho, que ergueu um templo de amor ao próximo.
Na história dos 84 anos do Hospital César Leite, foram muitas as personalidades, funcionários e amigos que contribuíram diretamente para seu crescimento, desde os mais antigos Provedores como Dr. Dermeval Monteiro de Carvalho, Professor Sylas Agripino Heringer, Oscar Corrêa, Crispiniano Tasca, Nudant Pizelli de Souza, Cleo Von Randow, Nudant Pizelli de Souza Júnior, José Fialho Sobrinho, Dr. Michel Hannas e o atual Provedor Fernando Gonçalves Lacerda e muitos outros colaboradores que ajudaram a superar vários desafios para elevar o nome do Hospital.
“São 84 anos de luta e dedicação a uma grande causa: o sonho, idealizado pelo Dr. César Leite em 1927 com lideranças de vários segmentos de Manhuaçu, está consolidado. Hoje, completamos 84 anos de um trabalho humanitário que é a maior obra social de toda a região”, avalia o Provedor Fernando Gonçalves Lacerda.
A administração do Hospital é realizada através de uma diretoria eleita para mandatos de três anos, que é assessorada pelo Conselho Superior com cinqüenta membros e pelo Conselho Fiscal.
FUTURO
A meta da diretoria do Hospital César Leite é focar os projetos de ampliação da estrutura, modernização e abertura de novos serviços de alta complexidade. Estão em fase de acabamento quatorze novos apartamentos para ampliar a capacidade de atendimento de convênios e particulares e já foram iniciadas as obras para o serviço de hemodinâmica. Na área adquirida em 2009, o Hospital César Leite vai construir o seu serviço de hemodiálise. O terreno de 3.000 m² abrigará o plano de expansão do HCL e marca o início de uma nova fase na Saúde da região. O projeto está em análise na Vigilância Sanitária Estadual para que possa ser iniciado em pouco tempo.
INFRAESTRUTURA
Atualmente, o hospital tem 5.183,11 m² de área construída. Possui 200 leitos sendo, 155 para atendimento dos pacientes do SUS e 45 para conveniados e particulares. Desse número, dez são para UTI e três intermediários. Atualmente, 129 médicos atendem no Hospital César Leite em cerca de 25 especialidades e o quadro de funcionários abriga 435 colaboradores diretos, trabalhando em regime de escala para que seu funcionamento mantenha 24 horas de dedicação aos pacientes e familiares.
“Com uma das melhores estruturas física e de pessoal, o HCL atende um fluxo médio de 12.000 internações anuais, sendo 65% dos pacientes de origem do SUS. O serviço de nutrição e dietética prepara 84.500 refeições mensais; enquanto o setor de lavanderia lava e higieniza 2.500 quilos de roupas por mês. Além disto, o HCL possui seu próprio Plano de Saúde, o Plancel, criado para dar sustentação financeira ao Hospital”, ressalta o Tesoureiro Renato Cezar Von Randow.
Por todos esses anos a serviço do bem estar e da valorização do ser humano, instituído graças ao padrão sério de seus diretores, o Hospital César Leite é hoje, indiscutivelmente, um dos melhores do estado de Minas Gerais.
Carlos Henrique Cruz

[nggallery id=31]

1 COMENTÁRIO

  1. Estive visitando um parente neste hospital. Ele tem que fazer parte du SUS. Todos os R.X neste Hopital é caríssimo. Enquanto no Rio de Jeneiro uma Tomografia ou outro exame que fica por 200 neste hospital é 500 a 600 R$. E nesta cidade de manhuaçu, todas as consultas são igual ou acima de 200 reais, enquantoa no RJ encontramos médicos super bem informados com pos graduções de vários seguimentos que podemos consultar por 50 a 70 R$. Nesta cidade quem não tem dinheiro morre. Principalmente se for pobre e neste hospital. Tenho gente na família que morreu por não dar vaga para ele.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here