Emater lança Projeto Transformar 2011

0
127
A Extensionista Maria do Carmo conduziu a apresentação do Projeto Transformar.
A Extensionista Maria do Carmo conduziu a apresentação do Projeto Transformar.

Com foco no empreendedorismo e combate ao êxodo rural, o Projeto Transformar – realizado pela EMATER – inaugura sua 6ª edição na região. A abertura ocorreu na manhã desta sexta-feira, dia 1º, em solenidade especial promovida no salão de convenções do Manhuaçu Center Hotel, reunindo jovens de diversas cidades vizinhas e do município.

 

A Mesa Diretora da solenidade contou com a presença dos representantes da EMATER, Paulo Roberto Vieira Correa, Paulo César, Célio Alexandre de Oliveira Barros e Maria do Carmo Cunha Fontes, além do Presidente do Conselho Municipal da Juventude, Thomaz Júnior.

Após os pronunciamentos, houve a apresentação de reportagens televisivas transmitidas pela TV Emater no Estado, destacando os bons exemplos dados pelas comunidades de Soledade (Manhuaçu) – com o Dia da Coleta de Lixo – e de Vargem Alegre – com a fabricação de vassouras a partir de garrafas pet, trabalho voluntário e parcerias.

Palestras relacionadas a “Políticas Públicas e Gestão Social” e “Agricultura Familiar” marcaram a abertura do projeto este ano. Ainda no decorrer da programação, os jovens organizaram grupos de estudo, debatendo questões relacionadas aos desafios e oportunidades pertinentes aos temas das palestras.

O Projeto Transformar tem duração de 100 horas, das quais, a primeira parte é destinada ao conhecimento teórico e outras duas etapas com atividades desenvolvidas no Campus da UFV (Universidade Federal de Viçosa – MG), durante a Semana da Juventude.

Em entrevista à reportagem, a extensionista de Bem Estar Social da Emater, Maria do Carmo Cunha Fontes, destacou as vantagens do Projeto Transformar. “É um curso em que os jovens podem se profissionalizar e até mesmo se tornarem grandes empreendedores rurais. […] É uma oportunidade que os participantes têm de adquirir novos conhecimentos, desenvolver projetos na área produtiva, proporcionando aos mesmos resultados satisfatórios e benéficos para o futuro. […] Ainda no curso, os jovens terão a oportunidade de desenvolver um projeto, aplicando o que foi aprendido. Estes jovens poderão também ter acesso ao Pronaf Jovem, executando em suas comunidades o projeto empreendido”, explicou a extensionista.

Uma das participantes, Bruna Emerick, residente em Manhumirim, considera que o Projeto “É uma iniciativa exemplar. Espero aprender bastante e conhecer várias coisas diferentes. Agradeço muito a oportunidade. Quero também levar este conhecimento para minha família e para minha comunidade”.

[nggallery id=43]

 

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here