Doador de medula óssea de Manhuaçu é considerado caso raro na medicina

0
3

O Doador - Mardoqueu Pedro de Campos Neto
Dois anos depois de fazer o cadastro no REDOME (Registro Nacional de Doadores de Medula Óssea), Mardoqueu Pedro de Campos Neto, um lavrador de Manhuaçu, foi compatível com dois pacientes em menos de três meses, um caso que pode ser considerado raro pela medicina.

Fonte: Tv Globo
A terceira reportagem da série sobre transplantes de órgãos exibida no MGTV 2ª Edição da quarta-feira (28 de setembro) mostra a luta de pacientes que precisam de um transplante de medula óssea. A batalha é contra o tempo e as estatísticas. *
(* vídeo reeditado)

ASSISTA AQUI AO VÍDEO:

LEIA MAIS AQUI:

COMPARTILHAR
Artigo anteriorToma posse nova comissão PDT de Manhuaçu
Próximo artigoA POLÍTICA DA EMENDA
Dr. Fábio Araújo de Sá – Médico formado pela UFJF – CREMEMG: 28610 Diretor da Clínica Médica São Lourenço Membro Efetivo da Academia Manhuaçuense de Letras – Cadeira º 35 Cargos já exercidos: - Diretor de Patrimônio da APAC (Associação de Proteção e Assistência aos Condenados). - Diretor Executivo da Tv Catuaí – Canal 11 – Manhuaçu – MG - Secretário de Sáude de Manhuaçu - Chefe do Pronto-Socorro de Manhuaçu

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here