Academia Manhuaçuense de Letras empossa novos membros

0
4


Com a presença de autoridades estaduais e locais, a Academia Manhuaçuense de Letras realizou sessão solene de posse dos novos acadêmicos, na noite da última sexta-feira, 25. Também na mesma data, aconteceu a revitalização da Praça Carlos Alberto de Castro, anexa ao Palácio da Cultura de Manhuaçu, em concorrida solenidade que reuniu também grande número de convidados, entre eles, representantes de diversos segmentos e populares.

Nova Praça

Inicialmente, houve a solenidade de revitalização da Praça Carlos Alberto de Castro. Com novo visual, o local ficou mais iluminado e passa a oferecer maior espaço para recreação, além de abrigar o busto do Coronel Serafim Tibúrcio – uma das principais personalidades históricas de Manhuaçu.

Em uma breve cerimônia, em razão da instabilidade do tempo, as autoridades descerraram a placa inaugural, consolidando o término das obras que embelezaram o local situado entre a Avenida Salime Nacif e Rua Capitão Luis Quintino.

Entre os presentes, o Prefeito Adejair Barros, a Secretária de Estado da Cultura, Eliane Denise Parreiras Oliveira; Diretor Municipal de Cultura, Fabrício Santos; Presidente da Academia Manhuaçuense de Letras, Dr. Luis Gonzaga Amorim; Presidente da Fundação Manhuaçuense de Cultura, Dr. Milton Guimarães; Padres Júlio Pessoa Franco e Braz Rabelo da Silva (Paróquia São Lourenço), Vereadores José Geraldo Damasceno – “Zé Rulinha”, Fernando Gonçalves Lacerda e Antônio Carlos Xavier da Gama – “Toninho Gama” – representando, na ocasião o Presidente Renato Cezar Von Randow; Comandante do 11º BPM, Ten. Cel. Rhodes; Superintendente Regional de Ensino, Maria Geralda Vilela Cupertino, e os Secretários Municipais de Educação, Eduardo Portilho, e de Obras, José Carlos.

AML: Novos Membros

A solenidade a seguir ocorreu no salão nobre do Palácio da Cultura, marcando a posse de sete novos acadêmicos junto à AML – Academia Manhuaçuense de Letras.

A Mesa Diretora foi composta pelo Presidente da Academia Manhuaçuense de Letras, Dr. Luis Gonzaga Amorim; Presidente da Fundação Manhuaçuense de Cultura, Milton Guimarães Pinto; Secretária de Estado da Cultura, Eliane Denise Parreiras Oliveira; Secretário da Academia Mineira de Letras e Presidente da Federação das Academias de Letras do Estado de Minas Gerais, Aloísio Teixeira Garcia; Prefeito Adejair Barros; Vereador Antônio Carlos Xavier da Gama – representando o Presidente Renato Cezar Von Randow; Superintendente Regional de Ensino, Maria Geralda Vilela Cupertino, e o Comandante do 11º BPM, Ten. Cel. Rhodes. O cerimonial foi conduzido pela Acadêmica Dilma Resende Lima.

Fundada em 1992, a Academia Manhuaçuense de Letras tem como objetivo congregar pessoas ligadas à cultura e às artes, promovendo a integração de diversas áreas do saber humano, estudando e divulgando a história cultural local, tendo como Patrono, o imortal José Lins do Rego Cavalcante.

Logo na abertura da solenidade, o acadêmico Professor Eduardo Arthur de Magalhães Portilho, Orador oficial da academia, fez seu pronunciamento.

Em seguida, o Presidente da Academia Manhuaçuense de Letras, Dr. Luis Gonzaga Amorim, se posicionou a frente da Mesa para a posse dos novos acadêmicos.

Foram empossados como Membros Honorários: Professora Maria Beatriz Figueiredo Ligeiro de Almeida, Márcio Eustáquio da Rocha – conhecido por seu trabalho junto ao Banco do Brasil por vários anos – e Radialista Sebastião Januário de Morais – “SJ de Morais”.

Também foram empossados, como Membros Efetivos:

*Cadeira nº 06 – Professor Flávio José Ribeiro de Almeida;

*Cadeira nº 08 – Dr. José Olinto Xavier da Gama;

*Cadeira nº 23 – Professora Heb Maria Vaz Bechara;

*Cadeira nº 29 – Capitão PM Arildo Paulo Viana;

*Cadeira nº 32 – Juiz de Direito, Dr. Walteir José da Silva;

*Cadeira nº 34 – Professor Flávio Mateus dos Santos;

*Cadeira nº 35 – Dr. Fábio Araújo de Sá.

Empossados os novos membros, a AML homenageou a Secretária de Estado da Cultura, Eliane Denise Parreiras Oliveira, por meio de uma lembrança que foi entregue pelas mãos da Vice-presidente da instituição, D. Abla Slaib Pereira.

Outra homenagem foi concedida pelo Presidente da Fundação Manhuaçuense de Cultura, Dr. Milton Guimarães Pinto, ao Presidente da Federação das Academias de Letras do Estado de Minas Gerais, Dr. Aloísio Garcia.

Pronunciamentos

Em seus pronunciamentos, tanto o Secretário da Academia Mineira de Letras e Presidente da Federação das Academias de Cultura e Letras do Estado de Minas Gerais, Dr. Aloísio Teixeira Garcia, quanto a Secretária de Estado da Cultura, Eliane Denise Parreiras Oliveira, enalteceram a importância da Cultura e a Educação para o desenvolvimento de uma sociedade.

Em seu discurso, a Secretária de Estado da Cultura, Eliane Parreiras, destacou que “o entendimento do Governo do Estado de Minas Gerais é que cultura é fator de desenvolvimento. Desenvolvimento humano, social e econômico. […] o Governo procura estimular estas ações na sociedade civil, como é o caso da Academia Manhuaçuense de Letras, o estímulo a novos escritores, novos leitores, então, é com imenso prazer que venho à Manhuaçu, que, além de tudo, é uma cidade que tenho uma relação afetiva muito grande. […] Tenho a origem familiar paterna aqui da cidade e tenho ótimas lembranças da infância, e, é realmente com muita emoção que estou aqui hoje participando da vida cultural de Manhuaçu”, afirmou Eliane.

O Secretário da Academia Mineira de Letras e Presidente da Federação das Academias de Cultura e Letras do Estado de Minas Gerais, Dr. Aloísio Teixeira Garcia, mencionou que “foi uma solenidade extremamente prestigiada. Senti-me extremamente honrado com a homenagem que me foi prestada como Presidente da Federação das Academias de Cultura e Letras de Minas Gerais. Pretendo frequentar, com assiduidade, a Academia de Letras de Manhuaçu, porque realmente é uma entidade que, com dezenove anos, já se afirmou, pela sua tradição, pela qualidade dos seus membros e pela seriedade de seus dirigentes. Acredito que ela será realmente instrumento importante da divulgação da cultura em nossa região. […] Os pilares da civilização que fazem a diferença entre os povos são exatamente a Educação e a Cultura. As academias são perenes, elas se perpetuam nos séculos, sendo realmente um pilar importante dos valores maiores da nossa civilização”, destacou Dr. Aloísio.

O Presidente da Academia Manhuaçuense de Letras, Dr. Luiz Gonzaga Amorim, elogiou o expressivo comparecimento de autoridades e convidados nesta cerimônia. “Foi uma noite felicíssima. A Academia se alegra com a presença de tantas pessoas da sociedade, com os convidados que compareceram. Observamos os esforços da Secretária de Estado da Cultura e do Presidente da Confederação das Academias, Dr. Aloísio Garcia, em estar aqui em Manhuaçu, nesta data, nos prestigiando, em suas primeiras visitas oficiais. […] Isto é muito importante. […] Hoje, sete novos acadêmicos ingressaram em nossa academia. […] Como foi dito aqui, pelo Dr. Aloísio, se você quer ter um país bonito, dê cultura para esse povo. É isto que estamos querendo. Nós acreditamos que o futuro só acontece através da Cultura e da Educação, não existe outro caminho”, frisou o Presidente da AML.

Valorização da cultura

Ainda em entrevista à reportagem, o Presidente da Academia Manhuaçuense de Letras, Luis Gonzaga Amorim, elogiou a atenção do Prefeito Adejair Barros com a cultura.

Para Luis Amorim, as obras de revitalização da Praça Carlos Roberto de Castro e do Palácio da Cultura representam “um reconhecimento do poder público. Sempre disse isto aqui, que Manhuaçu passou inerte durante muitos anos. As pessoas que ocuparam o Paço Municipal não tiveram a sensibilidade da importância da cultura. Hoje temos um Prefeito que, graças a Deus, é sensível a este assunto, a esta questão. Pra você ter uma ideia, olhe a imponência deste prédio. Poucas pessoas sabem que este prédio tem quase cem anos, sendo inaugurado em 1918. O piso de ladrilhos veio de Portugal, no final dos anos 1800. Isto é muito bonito, é muito importante para a nossa história, e, é preciso que a sociedade, que cada um de nós saibamos disto e valorizemos; como as pessoas de fora estão valorizando, que nós de Manhuaçu também valorizemos estas questões”, enfatizou Dr. Luis Amorim.

Sobre a posse dos novos acadêmicos, o Presidente da Fundação Manhuaçuense de Cultura, Milton Guimarães Pinto, mencionou que “estamos congregando novos confrades para que possamos fazer com que a expansão da cultura em Manhuaçu prossiga e se torne cada vez mais progressiva, e, que nós possamos oferecer o melhor em prol do nosso povo”.

(Thomaz Júnior)

[nggallery id=3]

COMPARTILHAR
Artigo anteriorHCL destaca-se no Simpósio de Qualificação da Assistência Perinatal
Próximo artigoMeio Ambiente: ações de apoio valorizadas
Dr. Fábio Araújo de Sá – Médico formado pela UFJF – CREMEMG: 28610 Diretor da Clínica Médica São Lourenço Membro Efetivo da Academia Manhuaçuense de Letras – Cadeira º 35 Cargos já exercidos: - Diretor de Patrimônio da APAC (Associação de Proteção e Assistência aos Condenados). - Diretor Executivo da Tv Catuaí – Canal 11 – Manhuaçu – MG - Secretário de Sáude de Manhuaçu - Chefe do Pronto-Socorro de Manhuaçu

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here